segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

a roda dos alimentos de pantanas

de repente, regressa a maldição do pé torcido. e eu, que já me tinha despedido das minhas personagens, que adivinhava uma estadia pacata, a contra-regrar e a sentar miúdos daqueles que ainda sobem escadas de gatas, tenho de voltar.
e encarar aquelas dificuldades que julgava engavetadas [por agora]
hoje estou ainda em choque. cansada, moída.
e os olhos cheios de sono que não se fecham para descansar. ao menos a cabeça limpa para relativizar. vou tentar dormir. quem sabe amanhã corra tudo pelo melhor.
e daqui p'rá frente...

7 impressões digitais:

MPR disse...

E quem é que torceu o pé?

polegar disse...

a doença (ironia, mas não é a brincar)
por isso a cárie tem de fazer de doença, e eu tenho de fazer a cárie... aieeeeeeeeee

MPR disse...

Eu sou a cárie, a estraaaaaaaanha!

intruso disse...

a seguir a um momento de pantanas, tudo ficará bem...
:)

bjs

Astor disse...

as coisas... estão a correr melhor?

*

intruso disse...

p.s. melhor?
bj

LadyBug disse...

Linda! Sol, raios de maos, pés! Amei, quero voltar. Sonhar para um dia chegar e fazer a festa! luta por aquilo que queres e acredita em TI! Beijoca da Batata