segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

agenda

ando desencaixada das horas que me rodeiam. demasiado, demasiado. preparar uma ausência e estar já ausente de onde não devia. mas estar presente onde posso, quando posso, que são as horas que me sobram do dia, as desoras da madrugada. para levar avante promessas antigas que calharam em prazos apertados, para recriar uma passagem de ano que não houve.
entre compromissos, há o subentendido de presenciar descoordenações emocionais que me desgastam por osmose, tentar desligar-me para me manter onde tenho de estar. e tudo tão relativo. quase que dá para uma gargalhada amarga, ali, entre as três e as quatro.
a cabeça estala. o cansaço deita-se cá dentro e aninha-se. e penso se aguentarei o mês da ausência, sem o porto seguro, e sem aguentar o forte que devia aguentar.
e penso, sempre, que não estou agora onde devia estar. que tudo tem uma razão, mas que não concordo comigo.

2 impressões digitais:

MPR disse...

E eu que já não sei nada da tua vida, onde andas, com quem andas, ou sequer se queres ainda a vossa prenda de natal... sniff sniff

polegar disse...

mpr: quero, quero! e também tenho saudades vossas. acredita, estar convosco é mais uma na lista das coisas que quero e não tenho podido fazer...