quinta-feira, 25 de outubro de 2007

animais - post com palavrões

um filho da puta com pretensões a artista de merda resolveu fazer a seguinte exposição / performance-instalação / peresfíncter como gosto de lhe chamar:
perseguiu e capturou um cão vadio doente [o que justifica tudo], prendeu-o num espaço, perante uma parede onde se lia a frase "és o que lês" escrita com comida de cão. o bicho [o cão] morreu de fome ali. como forma de arte.

o punheteiro intelectual chama-se Habacuc. os que permitiram a exposição não sei, mas gostava de saber, para fazer uma petição para lhes fechar a loja. assim como ir a casa de quem pagou bilhete para ver isto com um pau bem grosso e... bem. o cão está morto, não há nada a fazer sobre isso. resta apenas uma petição para que não o deixem participar na Bienal Centroamericana Honduras 2008.
é o mínimo, não?

soube disto pelo blog da Manel, e lá encontram links para imagens da coisa. eu recuso-me a divulgar mais esta merda, apenas apelo a que assinem a petição.

7 impressões digitais:

elisa disse...

Inacreditável!!!!
Já está assinada

Cientista disse...

Recebi um email para assinar a petição. Assinei. Mas não podia deixar de manifestar aqui também a indignação por uma coisa destas, que não tem qualificação!

l/f/m disse...

quando li a noticia num jornal online...fiquei petrificado, re-li, vi e pesquisei sobre o assunto e fico na mesma..revoltado para com o autor, para a galeira e sobretudo para com quem viu o animal e a comida na parede em forma de frase filosofica e no minimo não desfez a obra de arte para salvar o animal...

uma das frases que foi possivel ler do pseudo artista em auto-defesa e num daqueles laivos artistoide "o cao nunca teve mais vivo que agora", eu sinceramente tenho uma restia de esperança na raça humana mas com atitudes destas(juntando as inumeras durante os milenios de existencia) começa a ser cada vez mais diminuta.

não me interessa saber se na cultura sul americana a morte seja encarada de outra forma...creio é que a vida começa a ter mesmo pouco valor, seja ela que especie ou reino!

começo a ter pouca paciencia para estes show-off interventivos de auto-promoção, infelizmente acho que ainda não se atingiu o limite...quem dera!

não interessa que o leitmotif deste senhor tenha sido um humano vagabundo deixado morrer pelos moradores de um bairro...fez o mesmo a um similar canino que preso/raptado não podia ir em busca de alimento mesmo que morresse atropleado por um veiculo...

desculpa a extensão do comentario mas ha assuntos que me mexem as entranhas e os que demonstram o quão crueis podemos ser nós os humanos para com similares e outros seres vivos deixa-me...!!!

desculpa, não é querer ser salazarista nem velho do restelo(pq de todo não sou), mas com actos destes deviam criar leis às formas de expressão artisitca que fossem vinculativas com base em boas praticas associadas aos direitos humanos e dos animais e talvez isto não se repita ou piore!

a arte não pode e não deve ser nunca desculpa para actos semelhantes.

colher de chá disse...

já está assinada! mesmo antes de aqui ter vindo!

Nuno disse...

sem comentários, ou se for com comentários prefiro nem os fazer dada a natureza da coisa tão horrível e má e estúpida e desumana e louca e feia e nojenta, e por favor aquele homenzinho deve estar a precisar de ajuda médica.

intruso disse...

já tinha visto e assinado...
triste.....

bj

Os Media são podres disse...

As vezes nao chega ler os jornais.


http://questoesirrelevantes.blogspot.com/2007/11/represso-artstica.html