segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

no dia dos meus anos

desta vez ficámos por cá. e pela primeira vez em 28 anos, trabalhei no dia do meu aniversário. antes de parecer mal, digo que é feriado.

levantar cedo, depois da tradicional meia-noite com os meus infalíveis e de doses inacreditáveis de amor até às 3 da manhã, que incluíram uma surpresa muito kinky-pinky e tentar afinar uma guitarra de ouvido.



apaguei as olheiras com base e pó e cores e riscos. era dia de dose dupla. dos corredores de correntes de ar disparavam abraços, apertadelas, beijos repenicados e puxões de tranças. porque as pessoas do teatro são assim, expressivas. e eu gosto. o namorido levou-me à porta de artistas e entregou-me na mão do meu mr. bojangles. "seguro a minha mão na tua", já dizia o outro. e na mão de um e na lente de outro dancei a menina. e depois, ainda no palco, cantaram-me os parabéns. o público também, desconhecidos e quatro vozes que cantavam mais alto que as outras porque, já se sabe, a família. "não chora", dizia-me bojangles, sempre de mão apertada. e chorava ele e chorava eu. que isto dos artistas somos uns sentimentalõezinhos... foi receber as mãozinhas rechonchudas estendidas dos pequenitos que querem sempre abraçar muito a "Ana". e voltar para bolo na sala de fumo.



vestir e sair para o frio, correr para a casa às cores. depois foi abrir os braços e deixar-me cair. no vinho, na conversa, nos risos, no calor do meu clã. e - nunca esquecer - fazer a foto da praxe de "violados em aniversário de polegar", para enviar à M., que ainda não pôde subir 3 andares sem elevador.



no dia seguinte, acordei tarde e refastelada como uma grande gata preguiçosa. o único senão é que acordei também com a voz de Achmed, the dead terrorist, na parte do "I kill you". mas isso é outra história...

todas as imagens são da autoria de espanta-espíritos.

9 impressões digitais:

menina limão disse...

se fizeste anos e era feriado, só pode ter sido dia 1. o que significa que é o mesmo dia de anos do meu pai. eu já sabia que tinhas feito anos porque vi que te felicitaram no myspace. até pedi para ser tua amiga, mas tu não me aceitaste ou estás a considerar longamente. *assobio*

:) PARABÉNS :)

polegar disse...

menina limão, já te aceitei, esta tarde!

pinky disse...

UM GRANDEEEEEEEEE E ENORRRRRME beijo de PARABÉNS! parece que apesar do trabalho, foi um dia feliz, fico contente! beijikinhas!

Anónimo disse...

Também eu já vos tive em palco a cantar-me os parabéns...estupida...poes uma pessoa a chorar a uma hora destas...

Beijos, B.

elisa disse...

Já vai tarde mas olha, vai na mesma: Parabéns:)!
Beijocas

colher de chá disse...

foi uma grande noite. uma grande ocasião, celebrada da melhor das formas. e ei-los os violados!!! ;)

não precisamos de esperar que faças anos para repetir pois não?

um beijo

MPR disse...

E eu perdi.. sniff... não é justo... isto de avisar assim... em cima da hora... sniff...

polegar disse...

pinky: grazie mille :)


b.: pois, eu só tive esse gostinho agora. e é, de facto, avassalador...


elisa: vem sempre a tempo ;)


colher: espero que não, querida. seria muito mau sinal. este tipo de química de grupo não aparece todos os dias... e não pode ser desperdiçada. mesmo que isso implique viagens ao subúrbio... ehehe o maior problema é mobilizar os urbanozinhos de merda, percebes... ;)


mpr, aprende uma coisa no que toca ao meu aniversário: isto é UMA CIÊNCIA! tem características muito próprias. chamemos-lhe "O Tratado do Aniversário Polegariano". ora aponta lá:

a) excepto se eu estiver fora [e se for o caso, sabes que alardo alarvemente], comemora-se sempre a 1.
b) em calhando de domingo a sexta, passamos juntos a meia noite. se calhar ao sábado, é de sábado para domingo.
c) é sempre algo simples num tom improvisado, chez moi. faculto mapas.
d) normalmente não implica gastos extra de jantaradas ou passeatas porque os meus amigos são [quase todos] pobres.
e) boleia incluída para quem não conseguir chegar por meios próprios. e cama[s] lavada[s] sempre disponível[is] para emergências.
f) fuma-se DENTRO de casa. não ponho os convivas na rua ao frio.
g) tu e tua doce esposa estão sempre convidados. incondicionalmente.
h) trata-se de um compromisso para a vida.

PORTANTO já sabes que tens de te pôr a pau nesta altura. e antes de aceitares o que seja, consulta-me! ;P

intruso disse...

ah!
dia 1.....

muitos parabens!
(muito atrasados, já que estou numa de "muito")
:D

bjs.....



p.s.
disseram-me que a peça é delirante
(risos)