terça-feira, 8 de janeiro de 2008

há coisas fantásticas, não há

sexta feira foi um ponto de viragem nesta pequena família suburbana. resolvemos que o orçamento familiar aguentava mais um compromisso a longo prazo: tv cabo e internet normal. o nosso sonho de há muito tempo: mandar o leeento e limitaaado modem zapp à vida, e despedirmo-nos sem pompa nem circunstância das noites de tvshop e aqueles concursos de telefonemas com as mamalhudas de cérebros monocelulares.

pesquisámos muito, porque o orçamento é curto. eu queria alinhar nos pacotes da Clix: mais baratos, mais velocidade de internet, tráfego ilimitado, conjunto de canais compostinho em que depois se pode escolher mais uns quantos, tipo pizza. mas a Clix não tem as Foxes todas. e um amigo [ainda não decidi se convicto ou com acções na TvCabo] aconselhou-nos a optar pela TvCabo/NetCabo. porque diz que os outros não podem garantir isto e o outro, cabo de fibra óptica e mais uma catrefada de coisas. e tem as Foxes todas. pronto, siga.

começou, então, a aventura a caminho da civilização.
mal se clica lá num cantinho da página, podemos inserir o nosso número de telefone e eles é que ligam para nós. um luxo. assinar a TvCabo é um instante, simples. diria até Simplex. sem cartões, descontões nem mais complicações. segunda-feira, viria então o técnico montar tudo.

sim senhor, chegou, pontual, simpático, novinho, com o cabelo cheio de gel como se quer para encantar as meninas de Odivelas. fez-nos duas menos necessárias crateras no estuque, mas nós contentíssimos da vida! é para isso que há gesso. e aspirador. tudo para voltar a ver o House a horas decentes. e o Heroes, e o CSI Las Vegas, e....
depois lá assentou arraiais de volta do router wireless [dá jeito, com dois portáteis em casa], e enquanto a televisão sintonizava os milhares de canais inúteis e a meia dúzia de essenciais, já havia net de boa velocidade. era o milagre e estávamos felizes.

navegámos toda a tarde na net, com o Fox ligada. um luxo.

depois parámos.

depois quisemos voltar a entrar na net. mas nada. pede a palavra-passe, e dali não passa. nao diz água-vai, simplesmente não estabelece ligação.
contactámos o centro de assistência técnica. da primeira vez o senhor, incrédulo depois das tentativas óbvias, sem perceber bem a parte de "um é mac, outro é pc, são os dois portáteis, nenhum acede", até queria que fizéssemos reinstalação do software do próprio computador. o telemóvel ficou sem saldo, a chamada a meio.
segunda tentativa. fazer tudo o que o outro já tinha pedido [excepto a reinstalação, porque o novo técnico percebeu logo que era estupidez], avisando sempre que o segundo o telemóvel estava quase sem saldo. "mas você não me pode ligar daí?" "não, minha senhora, não temos autorização, temos os telefones bloqueados". bonito. ao fim de um bocado, o moço diz do lado de lá "pronto, depois desta reconfiguração, é impossível que não tenha a rede reposta". não, nem reposta nem às postas. nada de wireless. ainda ouvi um "mas mas" antes do "tututututu" do sem saldo.
fiquei piursa. foram quase 10 euros de telefone à vida por um erro nitidamente de hardware defeituoso. então se há o sistema do telefonema grátis para nos venderem a assinatura, é mesmo para ali que vou chatear. nisto sou bera como a ferrugem. e o moço do departamento comercial, muito ressabiado com a minha falta de respeito às hierarquias das linhas de apoio "tem de ligar para o apoio técnico". mas eu não tenho saldo, já despejei dois telemóveis convosco. "mas daqui não posso fazer nada". eu sei. por isso é que pedi para falar com um responsável, uma pessoa acima de si na cadeia alimentar. não é consigo, que não tem culpa. mas eles adoram os responsáveis, mais que as mãezinhas, devem fazer um pacto de sangue e cuspo quando entram para os call centers. e não me deixaram falar com ninguém. deixaram-me em espera e passaram-me o recado do tal responsável omnipresente, omnipotente, omnívoro, mas transparente: "o apoio técnico já devia obviamente ter agendado consigo uma visita do técnico a sua casa, uma vez que obviamente o problema não é possível ser solucionado por telefone". pois, tá bem, obviamente.

carrego o telemóvel - pela net, via modem zapp - e volto a ligar para o apoio técnico, para pedir... o apoio técnico de um técnico.
"sim, sim, podemos mandar-lhe um colega a casa. são 40 euros. quer agendar ou prefere fazer umas tentativas de correcção via telefone?"
"já fiz 20 euros de tentativas. diga-me só uma coisa: quanto tempo tenho para devolver o equipamento e cancelar a assinatura sem ter de indemnizar a tvcabo?"
em espera, musiquinha - the only one who could ever reach me was the son of a preacher man. a sério.
"tem 15 dias a partir da data da entrega"
"obrigadinha e boa noite".

se alguém conhecer alguém que me possa ajudar presencialmente dentro dos próximos 14 dias, a troco de um jantar e uma bica das boas, avise-me.

6 impressões digitais:

MPR disse...

da próxima vez fico calado!

Astor disse...

nos inícios do texto ainda pensei: boa, puseram clix e não os atrasados mentais da PT. Depois, um nadinha mais abaixo li e um amigo aconselhou-nos a optar pela TvCabo/NetCabo.

.oO ASNEIRA. pensei.

Pois é... eu limpei tudo o que era PT/TVCABO/NETCABO cá de casa pelo simples facto que gosto pouco que me gozem. (e nunca me aconteceu um episódio desses).

Devolve essa bodega TODA e mete o Clix. É pró Belmiro, é chulo, mas não alimentas o dinossauro PT que, basicamente, está-se borrifando para mais um ou para menos um cliente. Na Clix, por enquanto, ainda prezam mais uma assinaturazinha.

Não dá problemas, à excepção de um ou outro corte de ligação de segundos. Mas a partir das 9 da noite, o telefone é à borla... mesmo à borla.

e não, não tenho acções na clix/sonae por aí adiante.

pinky disse...

ora nem mais! manda essa bodega toda para trás e toca de clixar! aiii que nervos que essa gente dá!

polegar disse...

mpr querido: espero q não tenhas levado a mal, esta crítica não é contigo e sei que aconselhaste com a melhor das intenções. não tens culpa da incompetência destes senhores. só te aconselho: quando te mudares, se calhar é melhor pensares duas vezes antes de aderires à netcabo. já o serviço de televisão, sim senhor, tudo a correr sobre rodas.

astor e pinky: pois, estou a ponderar calmamente dentro dos 13 dias que me restam. hoje de manhã surpreendentemente, e sem fazer nada, já tínhamos net wireless outra vez. mas agora à noite voltou a pifar. parecem problemas de configuração do router, mas a um nível mais profundo, nada que se resolva pelo telefone...
a ver vamos.

MPR disse...

Eu tenho Sapo. Funciona bem. Mas para o instalar gastei 5 horas ao telefone, até quase às 3 da manhã e só se resolveu comigo aos berros com o moço do atendimento, practicamente a insultá-lo de tudo. Infelizmente estas tretas acontecem em todo o lado, a incompetência é mais que muita. Começo a achar que, infelizmente, é mesmo uma questão de sorte. O André por exemplo não tem queixas, e por cada pessoa assim há duas irritadas... Espero que as coisas se resolvam pelo melhor, com Netcabo, sem Netcabo, por onde for...

Rantanplan disse...

Astor: A tvcabo é da PT Multimédia e esta já não é PT. E sim, o Belmiro é um Scrooge que vende aos clientes equipamento chinês e paga aos fornecedores a 90 dias. No entanto, as miudas que vendem o clix são giras. Isso é um bom argumento

Polegarzinha: Devias ter instalado Meo. Já que tinhas de sofrer a instalar qualquer coisa, ao menos investias tempo num produto em condições. O clix não tem video on demand. Ok pronto, tem miudas giras.

Pinky: o clix é sempre melhor até aquele momento em que o cliente retorna sempre aos produtos PT. Atenção, tvcabo não é PT :P

Mpr: é assim mesmo, amor à camisola e bons conselhos aos amigos

Polegarzinha again: CSI Las Vegas?

P.S. - as miudas giras da tvcabo são mutantes desenhadas pelo Jim Henson e criados pela Mattel Inc. São giras mas estavam melhor ao lado do Harrison Ford num Blade Runner