terça-feira, 30 de maio de 2006

hang on

[...] e eu acreditei. ali acreditei com todas as minhas forças que saía um raio verde e outro branco do meu coração para o universo e que a vibração das nossas vozes o encaminharia para quem necessitava dele... e que das minhas mãos saía calor que eu depunha no corpo de quem precisava tanto de chorar.

foi assim que me encontrei com uma fé. não numa grande revelação religiosa, mas mais uma vez nas pessoas. na manifestação pura e perfeita de amor, de um grupo de quase-desconhecidos, de mãos dadas, coladas, no quarto crescente, no terraço de um prédio. um amor que não cura tudo, mas que lambe as feridas e consola [...]

11 impressões digitais:

macaso disse...

Amen.

colher de chá disse...

não deixes nunca de acreditar. lava a alma, limpa tudo. faz bem.
"reiki healing, have I mentioned it yet? "

espanta_espiritos disse...

epifania.

casual disse...

Stir it up, little darling.

Stir it up, come on baby.

Come on and stir it up, little darling.

Stir it up.


Good vibes. ;)

Beijinhos

pinky disse...

hummmmm curioso........

elisa disse...

Quero acreditar que o caminho é por aí.
Beijinhos:)!

Terricha disse...

Acreditar? sempre :)

cinnamongirl disse...

E sao tantas feridas...

Rantanplan disse...

Que inveja :-( eu continuo à procura...

macaso disse...

The moment of healing. Há momentos açucarados. Puro mel.

Não te importas que volte a comentar pois não?
Estes momentos são tão mágicos que apetece voltar e voltar e voltar...

n. disse...

só com as pessoas sentimos isso (nada como elas)...