segunda-feira, 22 de maio de 2006

soluço


porto | 2006

... ou "o meu corpo tem a forma do teu abraço"

17 impressões digitais:

colher de chá disse...

tão lindo e tão verdade que arrepia de mansinho.

pinky disse...

essa frase é mesmo uma delicia..

macaso disse...

Queria ter sido eu a dizer isso. Ou carregar essa parede comigo e lembrar-me sempre dela.

Há muito tempo fiz um poema especial a partir de uma imagem : uma parede onde se via escrito "I need".

elisa disse...

Arrepiante de terna simplicidade:)!

nuno albuquerque vaz disse...

é de vento o teu corpo...

monstro disse...

O teu corpo, entre poesia e teatro num abraço apertado...Muito bonito!

outrosdias disse...

Mensagem escrita por corpos enroscados em palavras. Muito bonito.

polegar disse...

colherzinha: "arrepia de mansinho". é... é mesmo isso.

pinky: é fantástico o que encontramos aí pelas paredes, e a que alguns chamam apenas de "sujidade"...

macaso: já todas as palavras foram ditas. às vezes brincamos e reinventamos. mas quando a perfeição chega naquele pedaço de cimento, para quê reinventar? torna-as tuas e oferece-as, assim. com um "lembrei-me de ti"...

elisa: tudo está ali.

nuno: é de ventos, de brisas e de pequenas poeiras. estende-se bravio até preencher a forma que lhe sopraram...

monstro: vagueia assim, engraçado definires esses como os seus contornos... beijos e volta sempre

outros dias: tinta que escorre dos olhos. beijos :)

n. disse...

andas pelo porto? só no porto uma frase dessas...

polegar disse...

n.: estive lá, de passagem para Londres. quando lá regressar, terás notícias minhas... :)

n. disse...

espero bem que sim!!!;)bj

wicahpi disse...

amei tanto essa expressão, era capaz de escrever páginas inteiras sobre ela... :p identifico-me a 100%!! (don't we all?)

O Estranho disse...

Pois, passar pelo Porto, ver essa frase e seguir para Londres... Pois... Vai mas é trabalhar!;)

espanta_espiritos disse...

forma, cheiro, som, textura,alma...

polegar disse...

n.: podes ter a certeza. e já sei onde: um chá marroquino no artes em partes. que tal?

wicahpi: então escreve. não páres de escrever. que as folhas sejam as tuas paredes. e um dia fazemos como vi em Paris: simplesmente colamo-las por aí. que tal?

Estranho: já cá estou, amigo. :P

espanta: calor, calor. por encantamento dos olhos o calor expande-se e torna-se líquido. o vento acalma e a brisa que fica é apenas a respiração. porque ali materializa-se a vida.

lord jeremias disse...

esta frase está aqui há que tempos. e eu nao consigo parar de a ler. e senti-la. e pensar que há alturas em que se quer tanto partilhar certas coisas que nos fazem sentir bem e doces

rape stories disse...

Need to be readed.