sexta-feira, 21 de janeiro de 2005

I'm not crazy, I'm just a little unwell...

sem tempo para nada. de repente, cai-me o carmo e a trindade em cima. não se pense que vou ganhar dinheiro com isso, não senhores... continuo a mesma pé-rapada, mas ocupada.
precisavam de produtora... arranjaram-me um papelucho no coro... interesseiros... e aqui a esfomeada lá aceitou. e cá estou, enterrada no teatro todo de pedra, fechada num escritório sem janelas, acompanhada pelos fantasminhas da casa. a tentar gerir um caos. a comer uma sandes por dia. depois desço as escadas e fico a ensaiar até às 2 da matina...

não me tirem é as tabuinhas, não é?
sou mesmo estúpida.
isto é pior que a droga...

ah, e a melhor... não fui seleccionada no tal casting que fiz... porque imitei o Ricardo Araújo Pereira bem demais!
a administração mudou de estratégia publicitária, e já não queriam imitações... então fui excluída!
positivo.

os ataques de ansiedade amainaram, talvez porque agora tenho algo com que me preocupar. não tenho tempo para ataques. depois, quando voltar a parar, caio para o lado um mês.

o problema é que não vejo a minha família...
mas se calhar não é problema... eheheh...

isto hoje tá pouco filosófico, com aspecto de diário de adolescente, mas é o que se arranja...

goodnight, dear voyd...

4 impressões digitais:

ana disse...

um beijinho, simples.

Anónimo disse...

Estava a ver que tinhas fugido!

Estás bem? É o que interessa!

Beijocas, e não estejas tanto tempo longe.

B.

polegar disse...

lady pumpkin: thanx ;))))

B.: gosto de ti... e agora já tenho net mais vezes, eheheheh...

Anónimo disse...

Eu também gosto MUITO de Ti!
E vou ficar por aqui senão isto parece uma cena lésbico-lamechas e não há necessidade!

Beijocas, B.