quarta-feira, 2 de março de 2005

palco


nokia by thumbelina
vai-se construindo esse mundo. aos poucos.
vão-se descobrindo as emoções, os gestos, os passos. devagar.
com medo de não conseguir.
mas as peças vão-se encaixando, calmamente. tomam o seu tempo e há que respeitá-lo.

aqui nascem as histórias, as personagens, o desgaste e a adrenalina.
por enquanto, está um palco vazio. com alguns adereços espalhados no chão escuro.

nokia by thumbelina

3 impressões digitais:

mi disse...

há um 2 anos atrás era capaz de chegar à bilheteira comprar um bilhete e assistir a uma peça de de teatro, agora nem vontade sinto. olho a minha vida e ela parece uma autentica peça de teatro a ser mal representada, ondes os actores são mesmo muito maus actores.

polegar disse...

não excluas o teatro da tua vida assim. deixa-te levar pela fantasia, pela história que aquele grupo de gente quer, por força e entrega, contar-te. esquece-te dos dramas da vida, e deixa-te penetrar pelos faz-de-conta.
há muita vida mal representada. outras há que pensas que são representações foleiras e baratas, mas se calhar têm um outro lado.
mas tu tens o papel principal. escolhe o melhor elenco e sê o teu próprio encenador e director de actores. deixa que o destino te escreva a história e dá-lhe uma mãozinha para inspiração ;) espero ver-te na plateia num futuro breve.

mi disse...

adorava que me encenasses a vida, que me mostrasses esse lado. tu és mesmo especial.
sabes quase tudo o que eu sei, sabes representar e sabes por os outros a viverem. tu és mesmo especial, caga e anda em frente, o meu mundo não é aqui.
um beijo gigante...