terça-feira, 14 de fevereiro de 2006

mas mas...

qual é a gravidade tão grave do dia dos namorados?
não vejo ninguém tão revoltado com o dia da mãe! e há os órfãos, tadinhos!

15 impressões digitais:

nuno albuquerque vaz disse...

e o dia do mar? tanta gente sem sal...tadinhos

E.A. disse...

e o "dia internacional das zonas húmidas" que houve há algumas semanas...

E.A. disse...

e o "dia internacional das zonas húmidas", há algumas semanas atrás...

Ricardo Leal disse...

Este dia até acaba por irritar...

Duarte disse...

É grave. Muito grave. Felizmente, também é passageiro. ;)

miak disse...

Também não vejo mal...os meus (quando os tinha) é costumavam a correr mal...

Simão disse...

Dia Internacional das zonas humidas?!?! Oh meus amigos, estava tudo a correr tão bem... a artista até levantou um ponto interessante, sem segundas intenções e tinha que vir alguém logo a falar de v... zonas humidas!!! Não habia, realmente, necexidade!

Agora a sério, e respondendo à questão: a diferença com o dia da mãe, é que este ultimo é um dia em que o amor é sincero, maternal presente sem necessidade de provas. Tal como deveria ser o dia dos namorados.
Mas o que de facto se vê neste dia é uma parvalheira tamanha, de corações e rosas (que até poderia ser giro, mas...) tudo para que a/o amante tenha a certeza que ele/ela gosta mesmo muito e não se esquece.

Não digo que não se faça nada e até acho giro comemorar, pois é umais uma data para se mostrar que se ama, mas não é preciso exageros como no Natal.
Mas acho que para perceber bem o fenómeno, minha querida Polegar, vem cá a Paris e vais perceber: acabam os saldos, desaparecem os "-50%" para dar lugar a "Je t'aime" com corações por todo o lado. E o pior é que há quem goste.

Já agora uma coisa gira: Ontem barriquei-me na cozinha, decidido a fazer um jantar romântico (bem conseguido aliás, como inúmeros outros durante o ano, mas ontem apeteceu-me comemorar lá está...).
E não é que ao olhar pela janela via, nos outros prédios em frente, homens também eles enfiados na cozinha. eh eh! Conclusão: O Dia de São Valentim é so um dia para que a cozinha se transforme num lugar exclusivamente do domínio masculino!

polegar disse...

nuno vaz: LOL
E.A.: esse também se pode comemorar... não? eheheh
ricardo: irrita como todos os outros, mas só neste dia vejo gente incomodada ao ponto do vómito ;)
miak: pois... isso é q é chato...
simão: ora bem, pois que o consumismo, as flores, os corações, os ursos, as filas de homes desinteressados nas floristas e o negócio à volta da coisa tb me chateiam. como no Natal e nos outros Dias instituídos. pois que o pessoal só se lembrar no dia marcado tb me faz confusão. mas o que me confunde mais é quem diz que não liga nenhuma e passa depois o dia em profundo desagrado. é um dia como os outros. tem a sua piada para quem gosta. olha, é um bocado (para mim) como dançar música pimba no santo antónio... faz parte! ou se adere ou não mas quem não adere por favor que seja indiferente como deve ser, caramba!!
ah, e quanto ao jantarinho do dia feito por gajos... isso é para as fêmeas que educam mal os seus machos LOL

elisa disse...

Será ressabianço? (não estou incluída neste dia) Moda? (sim porque isso do dia dos namorados ja passou um pouco de moda...digo eu:!) Não sei.
Sei que já gostei. Quando era mais nova(lol, sim porque agora sou muito velha e não gosto mais). Para mim é um dia em que os gestos de amor são banalizados, comercializados e todos à mesma hora entre as 20h00 e as 22h00 da noite, causando sérios engarrafamentos no ponte da árrabida a uma hora em que não costuma haver...
E filas no Pizza Hut...no Pizza Hut?!?!?!E que mais? Corações? Peluches? Ok, fico-me então pelo ressabianço;)!
Beijos:)!

polegar disse...

querida Elisa, totalmente de acordo quanto à banalização... mas falando de modas, não será moda também, não será "bem" dizer-se "que nojo, casalinhos bla bla bla" (como se não os houvesse todos os dias) no mesmo tom com que se fala da música da Ruth Marlene? (os meus perdões a quem gosta, mas tinha de encontrar uma vítima).
eu tb não comemoro. ponto. brinco com a situação e já tá. também sou como tu, ligava imenso em adolescente, quando almejava ter um admirador secreto (que devia ser tão secreto que nunca se manifestou) eheheh...
Pizza Hut? Pizza Hut?! Oh senhores, tamos mesmo em crise LOL

angel_of_dust disse...

uhmm, realmente estes dias inflamam opiniões - seja a favor ou contra. se assim não fosse, não perdíamos tempo a criticar a Pizza Hut, os "je t'aime"... a Ruth Marlene :)

enfim, quem gosta está servido de peluches e flores para comprar - quem não gosta, sempre pode criticar (esse desporto em que seríamos, certamente, campeões do mundo)

eu? bem eu... sopas e descanso é o que quero

polegar disse...

eu gosto de motivar o pessoal a exprimir-se. adoro! eheheheh até ponho umas achazitas na fogueira LOL
bem, espero q tenhas tido sopas e descanso, querido angel, sem aditivos vermelhuscos ;)

Alien disse...

A única coisa que me chateia no dia dos namorados é que 99% dos casais que vês, não estão enamorados, nem sorridentes, caramba! nem parecem felizes. Acho que: namorados têm 365 dias para se mostrarem namorados e não apenas um (acho que qualquer casal concorda...); mas já que há um dia para eles, namorados divertem-se seja no cinema, num restaurante, em casa ou só por telefone.

Agora, o que vejo é centenas de casais com ar de enjoado-que-mais-parecem-obrigados-a-algo. Conheço uma pessoa que é assim: damos uma prenda ou um olá e a reacção é a mesma que se lhe dissermos "olha ali um bicho-da-batata vindo do Leste do Zaire".

Pessoas assim chateiam-me =) saiam, corram, fiquem em casa, ofereçam ou não ofereçam flores, beijem ou não beijem, mas amem-se! Não dêem a impressão que só estão juntos por causa do dia!

MAS muitas beijocas grandocas para os namorados-leitores-polegares

B. disse...

Por essas e por outras é que no dia dos namorados fui jantar a casa do pai!!!

Haverá melhor e mais fiel "namorado"?? não me parece!)

Beijos Doces para os namorados e para os outros também!

B.

Simão disse...

Um post tão pequenino e tanta participação... eh eh eh!
Mas quando é que o pessoal começa à porrada?

Eu até estou de acordo com todos!

A verdade é que o dia começou por ser para se comemorar a amizade, e hoje transofrmou-se numa palhaçada comercial!

Concordo com a polegar: quem quer entra quem não quer "sai de cima"! Eu tb curto dançar uma boa pimbalhada num arraial e mais não compro nem sequer faço download de Quim Barreiros.

é mais um dia para se dizer que se gosta, como o dia da mãe e do pai o é, embora eu sempre que falo com a minha mãe lhe mostro o amor que existe!

Mas realmente polegar... será mesmo necessário fazer fila à porta da pizza hut? ou mesmo do MacDonalds como eu vi em Le Havre.

MAs aquela do dia das zonas húmidas... vai la vai!