quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006

era só um carro



já está. não resta comigo qualquer vestígio físico de ti. entreguei hoje o teu coraçãozinho. e - estupidamente, eu sei - choro.

9 impressões digitais:

espanta_espiritos disse...

guarda-o no teu coraçãozinho.
que é grande e tem espaço para ele.
sorri.
ele ensinou-te muito.
ele vai estar contigo em cada curva, em cada fila, em cada reflexo de condução.
vai estar.
sempre

pinky disse...

não é só um carro, é um objecto que nos acompanha por uma série de situações, que nos proteje de uma séria de ocorrências, que nos abriga, que nos leva a sitios, que nos ouve cantar, que nos vê chorar...bem a separação do meu 1º carro foi de coração apertadinho, por isso compreendo essa tristeza, vai fazer parte da tia história. que o próximo seja tão bom ou melhor! e que acompanhe uma ainda melhor fase da tua vida. bjkas

miak disse...

Fica a memória...

Ainda recordo as aventuras com o meu boguinhas...

colher de chá disse...

estava lá quando tiraste a foto. tb lá estive qd tiveste de entregar o que restava do jipinho. ficaram as memórias, e uma conversa boa numa tarde à beira Tejo. como diz o espanta, ele há de te acompanhar sempre. :)

n. disse...

era principalmente o teu carro!!

macaso disse...

É bom sentir saudades...É sinal de que o objecto desse sentimento é especial.

macaso disse...

O meu comentário perdeu-se. Falava de saudades e de objectos especiais...

Rantanplan disse...

Deixa estar...é como perder um grande amor. Nunca se esquece mas logo outro surgirá para o substituir.

polegar disse...

espanta: é o que farei... mas sabes como sou emocional... ainda hoje vi um igual e deu-me logo para tremer o queixo... ;)
pinky: verdade... grande verdade. e também o espero, porque não tenho tido muita sorte com carros... :)
miak: era assim que me via... de carro velhinho, sempre o mesmo... apesar das despesas das revisões era o meu boguinhas e seria sempre até me cair o motor no colo eheheh
colherzinha: sabes o importante que foi estares por lá... tens sido muito importante, estás comigo nos momentos fortes e sabe bem. obrigada. pelas festinhas, pela conversa e pelo cigarro ao sol à beira do rio :)
n.: ora pois!
macaso: muito especial.
rantas: não substitui. os amores não se substituem. vivem no nosso coração em gavetinhas separadas. umas maiores que outras... umas abertas outras de arquivo... ;)