segunda-feira, 10 de abril de 2006

comunismo dos corpos

casting. manhã inteira a serem-me tiradas as medidas, ser avaliada não só pelos senhores que mandam na agência, mas também pelas wannabes-cheias-de-fome-com-maquilhagem-a-mais-e-que-não-sabem-que-não-se-usa-preto-nem-riscas-num-casting com quem me fui cruzando na sala de espera.

tudo corria bem. a franja e o cabelo comprido agradaram. tive uma contracena porreira. além do meu casting, tive que fazer assistência no de outro rapaz [era um anúncio com casais], e ainda foi uma risota. mas depois foi a parte do fingir que cozinho [metia culinária] e o senhor lá me pede: "preciso de um grande plano das tuas mãos, porque vais pegar na embalagem".
está o caldo entornado.
tenho as mãos pequeninas. as montagens e nervos deixam-me pouco espaço de manobra para manter as unhas bonitas, sem as roer. isso são vitórias esporádicas. já me tinha dado trabalho suficiente vestir algo que enganasse a câmara acerca da minha barriguinha. lá estendi as mãos no fundo preto, avisando que fazer unhas de gel era hora e meia: se ficasse com o trabalho, não se preocupassem que já podia pagar umas mãos comerciais. ele riu-se.

e criei uma teoria: o comunismo dos corpos.
devíamos ser todos lindos. altos, com pernas compridas e bem torneadas, barrigas lisas, cabelos brilhantes, mãos de dedos longos e delicados, peles impecáveis, sobrancelhas arranjadas. sairmos todos, dentro do estilo e genes de cada um, com um aspecto que vendesse o l. casei imunitas, o caldo knorr, o telemóvel de 3ª geração ou o detergente da roupa 5 em 1.
depois os senhores, em vez de andarem à pesca de modelos que saibam articular, já podiam escolher só pelo talento.

5 impressões digitais:

nuno albuquerque vaz disse...

eu marcho contigo nessa revolução...
na linha da frente...
das.me a mão nas trincheiras?

colher de chá disse...

ESTOU DENTRO!

pinky disse...

isso é que era! seleção natural! muita mer................a para o resultado!

espanta_espiritos disse...

posso ser do contra?
se o mundo fosse assim não tinha piada.
e quem diz que esses "bonecos/as insufláveis" são os mais bonitos?
vende-se uma imagem por cansaço, por moda, por repetição.
escorre-se o sumo de tudo isso e são carne para canhão.
lamento discordar mas prefiro as pessoas pessoas.
prefiro a beleza de todos os dias, a uma imagem de cartaz de uma clínica de estética onde se vende a beleza a metro e a kilo (e sem celulite porque eles não gostam! ...) ou a das meninas (?) da maxmen, ou a dos meninos depilados de t-shirt justa e cabelo seboso de gel, ou a das meninas com ar de drogadas e enfastiadas dos desfiles de moda (que sonham ser actrizes, e jornalistas, e "morangas", enquanto snifam linhas de coca nos bastidores...).
não mudes.
já basta seres quem és para seres bonita.
por dentro e por fora.

hangloose e muita merda.

macaso disse...

E por acaso:):)...até és bem bonita.