segunda-feira, 6 de março de 2006

aqui



estendo os braços
está aqui em frente a mim
mesmo em frente
sei-o
nos cigarros acesos
nas luzes de halogéneo
e no barulho dos carros que passam
nas pedras da calçada e nas outras
no cheiro do vagabundo
e nos saltos da senhora
quero. sei todos os dias.
percebes?
que sei, que estendo e estico os braços
até ficarem dormentes
que os dedos são pequenos
que me deixo ficar
a escorrer
os pedaços que me definem
até que me caia toda ao chão
e não tenha mais
está aqui, mesmo aqui
diz-me para esticar as mãos
e depois vira-me as costas.

4 impressões digitais:

Danielamann disse...

Olá, voltei para ver as novidades e desejar-lhe uma boa semana!
Até breve.

Daniel Aladiah disse...

Querida Polegar
Te apanho do chão... para te fumar antes que te consumas ou apagues...
Um beijo
Daniel

nuno albuquerque vaz disse...

quase que consegui abraçar o teu reflexo...

polegar disse...

danielamann: boa semana para ti tb. volta qd quiseres :)

daniel: sim, antes de chegar ao filtro, quando sabe mal.

nuno: encontraste-o? não (me)o vejo.