sexta-feira, 31 de março de 2006

mulher das obras



levo a mão ao bolso à procura de trocos, encontro no meio das moedas duas anilhas. páro e olho para mim. reparo em mim inteira e nos novos objectos que passaram a fazer parte dos meus dias. as calças de trabalho, como lhes chamo. de ganga, largas e de bolsos de lado. as botas de montanha que me dão jeito para empurrar os contrapesos que não consigo levantar do chão. mais à mão que as chaves, o passe ou a carteira está sempre o canivete. com que descarno fios eléctricos, aparafuso iodines e reabilito cabos. e já dei por mim no Aki a admirar uma aparafusadora eléctrica daquelas pequeninas, a pensar "que jeito me dava lá nas montagens, em vez do bajolo"... apesar dos comentários engraçados que ouço dos colegas quando dizem "que sexy é uma mulher com um berbequim", acabo por pensar: ok, yin e yang e tal... todos temos lado feminino e masculino... essas coisas todas... sim, tá bem, mas é testosterona a mais por dia, caramba!

ai... e os meus sapatinhos laranja largados abandonados à chuva e à fome de calçadas... no quarto... sniff...

8 impressões digitais:

E.A. disse...

Houve até uma que na confusão entrou pelo polegar adentro.

Tubarão disse...

Pois eu, agora com a recém mudança de casa, sinto-me uma autêntica mulher-a-dias! Não sabia que tinha em mim o espírito da limpeza perfeita... Caramba!
Fazes trabalhos de bricolage, já agora?

Linha Recta disse...

Como te percebo! Para mim é mesmo a botifarra com palmilha e biqueira de aço, como exigem as regras da boa segurança. As saias e sandálias folgam durante a semana. Faça chuva ou faça sol. Vejamos a coisa pelo lado positivo... em dias de maior aperto nas "disco" os nos transportes públicos, não há como uma sensual botas das obras. Melhor foi a vez em que na PJ, quando esta doce criatura foi tentar fazer um reconhecimento, se viu obrigada a mostrar o que tinha despertado o sensor de metais e encantou os mastronços com os seus "canivetes e alicates". A partir de então só o elegante canivete suiço, por causa das tosses. Desse não abro mão!

polegar disse...

E.A: uma quê? ;)

tubarão: faço umas coisinhas, não sou enrascada! sou a mais rápida do oeste a aparafusar e já dou uns toques nas instalações eléctricas. só não faço furos com berbequim! porquê, precisas de ajuda? :P

linha: é o fado, é o fado. cá está o meu, ao lado da agenda e da lima das unhas, na malinha de tiracolo com a cara da Jackie... falem-me de contrasensos! eheheh

Terapia? disse...

Safas-te bem melhor que eu e além de nunca ter ido ao Ikea, muito menos fico a admirar berbequins, mas sinto que isso é coisa de gaja ;)
Fazes biscates aos fins de semana? É k os estores lá de casa tão um bocado lixados e precisavam de alguém que mudasse a tira ;)
Kiss

polegar disse...

T: ver berbequins é coisa de gaja?!?!?! que gajas é que conheces?? que espécimes são esses que não ficam estáticas em frente à perfumaria, mas preferem um belo berbequim? hem?
posso fazer uns biscates, mas olha que sai mais caro do que tentares desenvencilhar-te sozinho :P

Tubarão disse...

Preciso da ajuda dos teus polegares treinados, ora pois! Aparafusar é o nome do jogo, prateleiras na parede a missão. Estás nessa? Mas não podes cobrar muito que ainda não ganhei o Euromilhões nem acabei a bendita tradução...
De qualquer modo, obrigado pela pronta disponibilidade...

pinky disse...

deixa lá! ao menos sabes fazer de tudo um pouco! eu pouco mais sei que pregar um prego e mudar uma lâmpada! o conhecimento nunca ocupa lugar, mesmo o manual! e o teu lado feminino nunca vai desaparecer só pk andas de botas e sabes fazer mais coisas que as outras mulheres!jokas ;)