sexta-feira, 22 de abril de 2005

untitled

disseca, corta, reinventa sem pesar no ar pesado sem saída.
estéril.
entra, aperta as cores em cinzentos obscuros.
não é nada.
ciclos de esferas entrecortadas sem colar.
atenta. mira. esguelha directa.
não é.
olhar em volta sem ver [querer?], fechar os olhos para ver no escuro. agarrar o cabelo no ar e puxá-lo.
não.

travagem. res...pi...ra...
água. redonda. macio de quente entre algodão e sons que chegam.
submerge, ondula, desenha. cores de sabores.
ligeira embriaguez. luzes e trancas.
noite. lua branca pintada às pintas de azul e amarelo.
dia. braços abertos. sol.
vida. tábuas e cheiro a espíritos. borboletas. pele. pincel.
relógio.

entretanto.
res...pi...ra...

bom fim de semana

0 impressões digitais: