terça-feira, 8 de novembro de 2005

girando em cima da mesa

"[...] A vida como uma moeda. Escolhes uma face ou uma face te há-de escolher. Avalia as possibilidades.
[...] O problema das montanhas é que só conseguimos ver o que está do outro lado quando lá chegamos. É fácil dizer hoje que não mudaríamos nada, ou que faríamos tudo diferente. É fácil porque não adianta".
A casa quieta, Rodigo Guedes de Carvalho

às vezes é complicado pensarmos em como só vemos a solução depois de já não haver problema. depois de já não se poder fazer nada. o meu maior problema. a minha maior luta. tentar fazer tudo para que as coisas não percam o controlo. não nos percam.

há muitos anos, a noite era de vigília silenciosa cansada ao teu quarto.
os fantasmas cirandavam e eu não queria que te perturbassem os sonhos de menina.
ficava de olhos abertos na escuridão até a escuridão me abraçar por desgaste. acredita, não aguentava mais do que o tempo que os olhos se mantinham alerta.
mas tinha a sensação de que nada te tocava. que te guardava.
hoje as portas do teu quarto ficam fechadas. não sei se para evitar os pesadelos ou se para os deixar só aí dentro.
se para ouvires melhor o espanta-espíritos da maçaneta, ou se para não ouvires nada. tremo.
e penso, enquanto te puxo o edredon para perto das orelhas, e miro essa cascata dourada na almofada, que voltaram os dias de vigília.
um peso aperta-me o peito. de novo.
desta vez não posso falhar.

[a porta] in o medo do escuro

3 impressões digitais:

Damon disse...

até que ponto alguma vez nos deixam falhar...? *(aparece, és benvinda)

pipetobacco disse...

{ ...

gostei do teu post//

o que estou a ler:
[ http://www.mgrande.com/weblog/index.php/luzdetecto/about_me ]

//
deixo.te algo:

em volta de uma porta #1

fotos e trabalho sobre fotografia de © biquinha

[1.1]
lugar por onde se entra e sai;
fechada em segredo e cumplicidade;
meio de entrar, acesso;
achado em boa protecção, refugio;
meio de sair, liberdade;
acesso negado, prisão;
porta com, contígua;
bater com a porta, recusar-se;
por portas e travessas
© pipetobacco

[1.2]
umas para abrir (de par em par) e te abraçar
outras para fechar e te espreitar
portas que (nos) separam ou (nos) aparam
portas que ao abrir e fechar acabam por se cruzar
© biquinha

... }

Daniel Aladiah disse...

Querida Polegar
São as piores situações da vida - as fifty/fifty.
Do escuro nunca tive medo, por isso continuo adiante, sempre à espera de ver a luz...
Um beijo
Daniel